6 passos a seguir antes de iniciar um e-commerce

Os passos a seguir antes de iniciar um e-commerce nem sempre são fáceis, porém são sempre necessários para evitar “dores de cabeça” no futuro.

Uma das facilidades que a internet trouxe, foi a possibilidade de abrir uma loja online dentro de casa.

Hoje, uma pessoa que mora em qualquer cidade, independente se for pequena ou não, pode facilmente iniciar seu negócio digital, com a vantagem de ser um baixo investimento.

Porém, para esse início não ser o começo do fim, é importante ficar atento a detalhes antes de começar seu empreendimento.

Por isso, fizemos um guia com os passos que você deve seguir antes de iniciar sua jornada no mundo digital.

Quais os passos a seguir antes de iniciar um e-commerce

1. Planejamento

6 passos a seguir antes de iniciar um e-commerce

Com certeza, essa é a primeira coisa que você tem que ter em mente ao decidir abrir sua loja virtual, planejar tudo, do nicho ao pós vendas.

Vamos então a alguns pontos que devemos observar:

  • Pense na frente

Apesar de no mercado digital o investimento não precisa ser tão alto como no mercado tradicional, o ideal é ter uma reserva ou capital inicial pra seu projeto.

Além disso, um bom acompanhamento as tendencias de mercado e avaliação dos concorrentes é essencial para a saúde e continuidade do seu negocio digital.

  • Tenha objetivos claros

O que você pretende ao iniciar seu empreendimento?

Qual seu objetivo?

Ter uma renda extra, ter mais tempo com a família, sair do meu emprego atual ou simplesmente montar uma empresa lucrativa, solida e duradora.

Ter esse objetivo claro é necessário pra manter a “chama acesa” e enfrentar as dificuldade com mais clareza.

  • Seja estratégico

Cada passo que sua empresa der a partir de agora tem que se planejado e pensado.

A escolha da plataforma, do produto, do nicho, do público, tudo deve ser estratégico.

Por isso, hoje na internet, o que mais tem são informações de todos os tipos de assuntos que você possa precisar.

Não ha desculpas pra dizer que não sabia dos riscos ou não entendia direito do assunto.

  • Evite procrastinar

Procrastinar quer dizer literalmente deixar tudo pra ultima hora.

Na vida temos essa tendencia, e sabemos o quanto é prejudicial.

Nos negócios também é, e nem sempre temos a segunda chance.

Não há possibilidade de planejar seu plano de marketing, vendas, crescimento, ações voltadas a prospecção de cliente de um dia para outro.

É muito importância ter esse planos pensado com antecedência para evitar erros que podem custar a vida do seu empreendimento

  • Tenha metas

Se você esta disposto a investir seu tempo em um projeto de vendas na internet, ter metas é essencial.

Decida de inicio a projeção de crescimento, mantenha uma planilha com gastos, ganhos, e quanto você pretende faturar na semana, no mês ou no ano.

Mesmo não sendo metas muito ousados, é importante sim ter esse plano na cabeça e fazer o possível para alcança-lo.

2. Nicho

O que você pretende vender?

Se sua resposta é tudo, eu sinto muito mas você já começou errado.

Focar num tipo de produto e um tipo de publico é essencial para ter um negócio duradouro e manter sua fonte de renda por muito tempo.

Por isso vamos a algumas informações importantes:

  • O que é nicho?

Nicho de mercado em poucas palavras seria a segmentação de um produto que você vai vender, ou seja o grupo dentro de um grupo.

Vejamos um exemplo:

Vender produtos pets:

  • Pra quais especies de animal?
  • Qual a raça?
  • Qual tipo de produto?
  • Qual faixa de preço?
  • Qual o porte do animal?
  • Qual idade?

Essa escolha irá facilitar a escolha do publico alvo ou a “persona” como se diz no marketing digital.

Isso ira facilitar também as campanha de marketing, bem como a analise da concorrência e se planejamento de vendas.

3. Fornecedores

6 passos a seguir antes de iniciar um e-commerce

Pronto, agora você planejou seu negócio, já sabe o que vai vender, porém ainda não sabe quem será o fornecedor dos produtos pra sua loja virtual.

Escolher bem é também muito, porque imagina a situação:

Sua loja “bombando”, cheio de pedidos e o fornecedor simplesmente desaparece e você não consegue atender a demanda de clientes que estão ansiosos para comprar seu produtos.

Essa insatisfação pode prejudicar a reputação da sua loja e os clientes irem embora e nunca mais voltarem.

Alguns itens a serem observados na escolha dos fornecedores são:

  1. Qualidade dos produtos
  2. Produção que atenda sua demanda
  3. Preço justo
  4. Localização para diminuir custos com frete
  5. Confiança na empresa
  6. Atendimento e pós-venda

O certo é fazer uma parceria, com algum fornecedor honesto e profissional, onde os dois ganham sempre.

4. Loja Virtual ou marketplace

E agora é uma decisão crucial, onde vender?

Começar anunciando onde?

Em uma rede social, como facebook, whatsapp ou instagram?

Ter uma loja virtual ou vender em algum marketplace como Shopee, mercado livre, americanas, magalu?

Não deixe de ler esse artigo também: Marketplace ou Loja Virtual: escolha a melhor opção para seu e-commerce.

5. Marketing Digital

Pois é, nessa fase sua loja está no ponto para vender, agora é só aproveitar os lucros, não é mesmo?

A resposta é não.

Nessa fase você precisa anunciar seus produtos.

Conhecer a base do marketing digital é também muito importante, porque afinal, os clientes não vão cair do céu.

Tanto nos marketplaces quanto na sua loja virtual, você vai precisar anunciar para vender.

Qual sua estratégia?

Redes sociais, google, dentro das plataformas de vendas mesmo.

A estratégia certeira para o sucesso das suas vendas.

6. Resultados

Sua loja virtual já pronta e funcionando bem, é certamente um alívio e uma grande satisfação.

Agora acompanhar os resultados e fazer a sua gestão é o que você deve dar a maior atenção, nesse momento.

Você pode ter esse acompanhamento, com inclusive a gestão de seus lucros sempre a mão com uma planilha de excel ou então com um programa de gestão para seu e-commerce.

Uma indicação de ferramenta de gestão de pequenas empresas que sempre fazemos é o BLING.

O BLING é um sistema de gestão empresarial que facilita a emissão de notas fiscais e boletos, além de realizar integrações com as principais plataformas de e-commerce e marketplaces do país.

A decisão tomada neste momento é o que vai influenciar no futuro da sua empresa, portanto é sempre bom ter segurança e conhecimento do caminho a seguir.

P. S. Alguns links deste artigo são de afiliado.

4 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *